Dicas da Nutri

Conhece alguém que come, come e não engorda de jeito nenhum? O famoso magro de ruim também pode estar sofrendo com suas dificuldades.

Nesse caso, é importante diferenciar a magreza daqueles que são saudáveis, comem bem e mesmo assim não ganham um grama sequer, do emagrecimento patológico ou dos falsos magros, que apresentam uma estética de magreza porém ao mesmo tempo problemas de saúde por se alimentar de maneira não saudável.
Não se sabe ao certo o que determina a magreza constitucional e nem por que são obesas algumas pessoas que não comem muito. No processo metabólico, o alimento pode ser armazenado no organismo sob a forma de gordura, de músculo ou utilizado sob a forma de calor, de energia. Pois bem, o grande fator determinando é a genética, ou seja, alguns tem uma facilidade de gastar o que foi ingerido e liberar em forma de energia mais do que outros que tem a facilidade de armazenamento na forma de gordura, o chamado metabolismo acelerado e lento.
Aos “magros de ruim”, por trás desse emagrecimento, pode estar um distúrbio hormonal, por exemplo, o hipertireoidismo, uma vez que o funcionamento excessivo da glândula tireoide faz a pessoa perder peso, mesmo que esteja comendo mais do que habitualmente. Neste caso é de fundamental importância que faça um acompanhamento além da Nutricionista com um Endocrinologista para regulação de toda parte hormonal juntamente do plano alimentar individualizado.

Veja esta receitinha de um shake para ganho de massa muscular e aumento de disposição

Ingredientes:

1 Batata doce média cozida;
1 Banana prata grande;
1 Cenoura pequena;
4 Colheres de aveia;
3 Claras de ovo;
500 ml de leite vegetal.
Modo de preparo: bata tudo no liquidificador, se desejar acrescente umas pedrinhas de gelo. Para adoçar, caso haja necessidade usar o xylitol ou açúcar mascavo/demerara;